Rudolf Arnheim, psicólogo alemão e teórico da Arte, disse sentir-se tentado a afirmar que a Arte vive uma época de insegurança uma vez que pensamos e falamos demais sobre ela.

 

Numa escola com uma enorme tradição no ensino das Artes como é a Francisco Simões (o nosso patrono ajuda a atestar este facto) tentamos, ano após ano, encontrar novos caminhos com novas respostas de e para os nossos alunos.

 

Pensamos e falamos sobre a Arte e as Artes, mas também tentamos proporcionar espaços para vivenciá-la, mostrá-la, analisá-la e discuti-la.

 

Face ao sucesso obtido nos últimos anos com a iniciativa “os dias das artes”, decidimos repetir a experiência e partir para uma nova edição desta vez com o tema: “Da Viagem: Origem e Caminhos”. Durante o mês de maio, apresentaremos colóquios, exposições, workshops, masterclasses e, também, conversas e pensamentos sobre este sentido da partida e da chegada a diferentes destinos por diferentes caminhos.

 

Scroll to top